Virando a mesa no compra x aluguel com o FGTS

Semana passada falei sobre as razões que fazem o FGTS ser o pior investimento do mundo se ficar parado. Se você consegue usá-lo para comprar um imóvel esse dinheiro pode fazer muita diferença a seu favor. Consegui usá-lo em 2014 para comprar meu apartamento.

A ideia na época era me aproveitar de uma arbitragem: a economia já estava se desaquecendo, os imóveis já eram vendidos com desconto e o governo Dilma tinha mandado a Caixa Econômica Federal abrir as torneiras do crédito imobiliários para dar uma ajuda no ano eleitoral. Os juros do meu financiamento eram de 8% + TR enquanto o Banco Central subia a Selic, que estava a 11%.  A inflação em 2014 rodava a 6.5% com cara de que ia muito mais longe. Em 2014 finalmente saquei meu FGTS e dei ele de entrada para realizar o sonho da casa própria!

A arbitragem econômica

Eu estava me comprometendo a pagar 8% ao ano + TR por 30 anos para a CEF ao invés de comprar a vista. Na época meu dinheiro estava rendendo 11% ao ano. Fazendo uma conta de padeiro, eu estava ganhando 2% ano ano  (11% – 8% -1% que era o valor da TR) para usar o dinheiro da CEF e deixar o meu no banco. Em 2016 a Selic chegou a 14,25% e a TR a 2%, e eu estava ganhando 14% – 8% – 2% = 4% ao ano. Essa mágica só foi possível porque os juros do crédito imobiliário são subsidiados com recursos da poupança. Ou seja, para eu pagar menos que as taxas de mercado algum desavisado que tinha dinheiro na poupança estava recebendo menos do que as taxas de mercado. De 2014 a 2017 ganhei em média 300 reais por mês nisso. Não é nada de outro mundo, mas o maior ganho foi ter dinheiro em caixa para comprar meus apartamentos na Espanha entre 2014 e 2016, quando o mercado lá estava na lona.

Conclusão: ter dinheiro em caixa para quando as oportunidades aparecerem pode mudar sua vida. Usar o crédito de maneira esperta faz sentido! Comprei um apto usando R$ 0,00 de caixa.

A arbitragem no FGTS

Como expliquei no post anterior, o meu FGTS estava rendendo 3% ao ano. Ao usar o FGTS ao invés do meu dinheiro eu ganhava o CDI e abria mão de 3%. Isso me rendeu em média 9% ao ano no valor que tinha no FGTS. (12% de Selic vs 3% no FGTS)

Conclusão: ache bom uso para o seu FGTS antes que algum político inspirado o faça!

O fim da história

Como bem sabemos agora os juros estão nas mínimas históricas. O que fiz foi usar o fluxo de caixa dos meus apartamentos na Espanha para ir amortizando e diminuindo minha dívida. Agora não faz mais sentido dever a 8% se meu dinheiro está rendendo 6%. A cada dois anos usei o FGTS e amortizei mais do saldo devedor (2016 e 2018). Agora que não sou mais CLT e não tenho FGTS resolvi colocar o apto a venda e morar de aluguel! No total entre FGTS e recursos próprios amortizamos cerca de 220 mil da dívida.

O grande erro

Para saber se a compra do apartmento valeu a pena resolvi colocar na ponta do lápis cada despesa (reforma e amortizações da dívida) e comparar como teria sido se tivesse o dinheiro no CDI. A conclusão foi que a reforma quase acabou com toda a engenharia econômica que consegui com a compra! O dinheiro que “empatamos” na obra em 2014 seriam incríveis 324 mil reais hoje.

fgts2

Vejam as contas:

fgts3

O fato de ter desbloqueado meu FGTS e aplicado ele a meu favor fez com que a compra do meu apartamento e a reforma megalomaníaca ainda tenham fechado 87 mil no azul. Sem o FGTS e usando capital próprio eu teria ficado quase 100 mil abaixo do que poderia ter ganho no CDI. Corroborando o que posts do AA40 e do Vida Rica falam sobre comprar imóveis.

A grande mágica foi ter transformado meu FGTS que rodava a 3% em CDI que rodou a 11% nos últimos 4 anos!

fgts4

As amortizações que fiz ao longo do tempo não foram o grande vilão dessa conta. Elas foram feitas em momentos oportunos e o custo do CDI delas foi caindo à medida que a Selic foi caindo junto, ou seja, fazia sentido amortizar.

fgts5

 

Eu já tinha essa sensação com o Sr. Muquirano, mas hoje ficou 100% claro que nós perdemos completamente a linha na reforma! A reforma e não a compra do apartamento foi o nosso maior erro.

A Elsa me mostrou  um podcast hoje da Martinis & Your Money e a mulher do podcast literalmente quebrou por causa da compra de uma casa mais cara do que ela poderia pagar. Ela acabou com 250,000 dolares nas contas de aposentadoria e fez 45,000 dolares de dívida no cartão de crédito antes de tomar a decisão de vender sua casa. Ou seja, fica a dica. Seja esperto com a compra de um imóvel. Lembre-se que ele é uma decisão de consumo e não um investimento!

2 comentários em “Virando a mesa no compra x aluguel com o FGTS

  1. Fiquei com vontade te refazer as contas pro meu financiamento também! Rs
    No meu caso eu acho que valeu a pena porque consegui antecipar uma parte da minha herança com a compra do imóvel.
    Mas realmente o FGTS faz muita diferença. Eu uso o meu todo ano pra ajudar a pagar a parcela. Hj ele paga 44% do meu juros com o financiamento. É isso que me deixa tranquila, porque no fundo estou pagando um juros bem menor considerando o uso desse FGTS. No momento que eu deixar de ter o FGTS vou precisar refazer as contas…
    Ainda assim, nesse cabo de guerra entre ter imóvel ou não, quitar o financiamento ou não, pra mim fico um pouco mais tranquila com a aquisição de imóvel pq não deixa de ser uma diversificação de patrimônio (no meu caso, o imóvel é pequeno em uma região boa, então a liquidez é relativamente alta) e fico tranquila com o financiamento pq mantém meu caixa elevado e mantenho essa porta aberta pra retirar meus FGTS todo ano.
    Vou fazer as contas direito e te falo! Ou melhor, posto aqui! Rs
    Elsa

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s